sábado, 15 de dezembro de 2012

Minha sobrinha de 18 anos

Era o dia do aniversário de minha sobrinha, ela tinha acabado de completar 18 anos, aquela guria era uma garota magra, sem seios e com rosto todo de espinhas. Era a imagem que eu fazia dela, pois a última vez que tinha á visto já fazia uns seis anos.
Minha sobrinha mora no interior e eu na capital de um outro estado.
Minha sobrinha pediu aos pais que queria comemorar seu aniversário com uma viagem, e que ela iria sozinha, pois agora já tinha 18 anos.
Foi desta forma que minha sobrinha veio para minha casa passar um mês e curtir suas férias e comemorar seu aniversário.
Fui então busca-la no aeroporto, e no instante fiquei procurando aquela guria, mas para minha surpresa chega próximo de mim uma mulher de 1,86 cm, morena clara e com um rosto lisinho e maravilhoso dizendo ser minha sobrinha.
No instante eu fiquei encantado com aquela linda sobrinha, o qual fomos conversando e eu dizendo a ela que eu tinha a imagem dela como um guria cheia de espinhas e magrinha.
Ela riu e disse para mim que tinha crescido e que agora já era uma mulher.
Ao chegar a minha casa ela ficou encantada com o tamanho da minha casa e com minha piscina. Aliás, esta piscina esta ficando famosa. Mas o relato desta vez não teve nada com piscina, até porque era julho e fazia muito frio aqui.
Ao chegar à noite perguntei se ela queria sair e conhecer alguns lugares na cidade, pois eu seria seu motorista particular. E que eu ira levar e buscar na hora em que ela quisesse. No instante ela riu e disse que queria ficar em casa, pois estava cansada da viagem e que queria ver um filme e invadir o barzinho do titio.
Eu falei para ela que não gostei de ser chamado de titio, pois só tenho 31 anos, e meu irmão que casou cedo, e isto eu não tinha culpa. Mas que meu bar ela poderia invadir, mas que tomasse cuidado para não ficar bêbada.
No momento ela riu e continuou me chamar de titio para me provocar. Eu no instante disse para ela que o titio namora uma garota de 20 anos e que minha gata não me acha titio. Ela então riu e disse que era uma forma carinhosa de chamar.
Fui tomar banho no banheiro do meu quarto, mas como é de costume eu não fecho as portas nem do quarto e muito menos do banheiro.
Mas para minha surpresa quando estou no banho minha sobrinha aparece só de toalha e me diz que o outro chuveiro tinha queimado e se ela podia terminar o seu banho no meu banheiro que fica em meu quarto.
De imediato e um pouco sem graça, pois estava nu, eu disse então para ela esperar que assim que eu tomasse banho ela poderia entrar.
Mas no instante ela me disse que já estava cheia de sabão e me pediu para entrar no banho comigo.
Eu balancei a cabeça e disse para ela entrar então.
Ao ver ela nuazinha, vejo que minha sobrinha era uma mulher maravilhosa.
No instante minha pica ficou dura ela vendo aquela cena me perguntou se aquilo tudo era para ela. No instante e eu disse que sim quando de imediato ela agarrou minha pica e começou-me punhetar. Eu então a agarrei e a beijei gostoso.
Ela então agachou e começou a chupar minha pica até eu jorrar todinho em sua boca, rosto e seios.
Saímos do banho abraçado e fomos para minha cama, e transamos ali a noite toda.
Foi um mês de sexo com minha sobrinha que já não mais me chamava de tio e sim de amor.
Éramos dois apaixonados um pelo outro, cheguei até largar minha namorada.
Cada dia eu ensinava ela um pouco sobre sexo.
Mas um destes dias ela me pegou transando com minha empregada debaixo do chuveiro. Ela então me disse que iria embora e encurtou suas férias. Eu nunca mais eu a vi. Reparei que ela saiu triste.
Acho que fiz o correto eu não poderia ter minha sobrinha apaixonada por mim e nem eu por ela.
Mas o quanto durou foi muito bom.
Mas hoje eu recebi um e-mail dela dizendo que vai vir em meu aniversário.
É, meu aniversário vai ser muito bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário